Conheça os diferentes tipos de direção

Aprenda sobre as diferenças entre as direções hidráulica, elétrica e eletrohidráulica.

Conheça os diferentes tipos de direção | Azul Seguros

É muito provável que a direção hidráulica você conheça. Já as direções elétrica e eletrohidráulica não são tão familiares para a maioria das pessoas. Por isso, vamos explicar um pouco a diferença entre elas, suas vantagens e precauções na hora da manutenção.

Direção hidráulica
É o sistema mais utilizado nos carros que circulam no Brasil. A direção fica mais leve devido a uma bomba que faz circular o óleo dentro da caixa de direção. Essa lubrificação auxilia o motorista na hora das manobras.

O bombeamento do óleo é impulsionado pela força do motor. Ou seja, só funciona com o carro ligado. O sistema precisa de manutenção periódica, conforme recomenda o manual do proprietário de cada carro.

É recomendável a troca do óleo da direção hidráulica a cada 50 mil KM ou pelo menos uma vez por ano.

Manutenção da direção hidráulica
Um dos maiores problemas no sistema de direção hidráulica são os vazamentos que ocorrem principalmente nas mangueiras de baixa e alta pressão e na caixa da direção hidráulica. Eles ocorrem, na maioria dos casos, pela falta de substituição do fluido hidráulico.

O motorista também deve checar regularmente o nível do reservatório. Se o óleo estiver acima ou abaixo do nível, a direção ficará pesada. Além da troca do fluido hidráulico é importante fazer o alinhamento e a troca da correia do motor que aciona a bomba hidráulica.

Direção eletrohidráulica
Seu funcionamento é similar ao da direção hidráulica. Ou seja, a direção fica mais leve devido ao óleo tocado por uma bomba. A diferença é que essa bomba é acionada por um dispositivo elétrico e não pelo motor do carro. Isso evita a perda de potência do carro. O sistema também precisa de manutenção periódica, acompanhamento do nível de óleo e troca do fluído nos prazos recomendados pela montadora.

As mesmas precauções recomendadas para a direção hidráulica, valem para a direção eletrohidráulica.

Direção elétrica
Nesse sistema existe um motor elétrico junto à caixa de direção para auxiliar seu braço e deixá-la mais leve. Ele é mais prático porque não precisa da tradicional bomba hidráulica e do fluído de óleo que são usados nos sistemas de direção hidráulica. O único problema que pode ocorrer é pane no sistema elétrico. Se isso acontecer, porém, a direção ficará pesada, mas não irá travar. O motorista seguirá com o controle do carro.

A direção elétrica oferece algumas vantagens, como:

  • Os movimentos da direção são acionados por um sensor, tornando a dirigibilidade do carro mais confortável para o motorista;
  • O motor, que sofria com os sistemas antigos, não tem perda de potência e nem desgaste das peças;
  • A direção elétrica é ecologicamente correta, pois não utiliza óleo.
  • Poucos ruídos, tanto internos como externos.


Manutenção da direção elétrica
Caso a direção elétrica pare de funcionar, ela ficará dura, mas o motorista continuará tendo controle do veículo. É importante que nas manutenções regulares seja feita uma análise dos sensores e atuadores de direção elétrica.

Compartilhar